sábado, 1 de maio de 2010

Hugo na cozinha - o desafio de vencer a preguiça

Às vezes eu tiro alguns minutos do dia para viajar, seja na aula, em casa, no cinema (durante o filme), em qualquer lugar que seja permitida à minha cabeça usar sua principal atribuição. Por que essa filosofia hoje? Simplesmente porque um dia desses eu estava pensando: é a preguiça que move o mundo.

Sim, claro. Graças à preguiça de andar temos os meios de transportes, graças à preguiça de sair de casa pra conversar temos o msn, e graças a preguiça de cozinhar temos os alimentos industrializados. Sim, os embalados, enlatados, prontos pra traçar!!! Tudo bem que eles não saudáveis, mas quem nunca aqui foi salvo pelo famoso biscoito com Coca-cola?

Essa combinação e tantas outras é o que me salvam diariamente da fome, desde as primeiras horas do dia. Quando acordo, a preguiça não deixa nem eu fazer um sanduíche. Como bolacha com café, algumas fruntas e priu: estômago forrado. E no almoço? Se não tiver nada pronto, lá vem o biscoito com Coca de novo.

Ai você pergunta: E de onde vem a vontade de cozinhar? Pelo desafiooo! O desafio de vencer a preguiça, vencer a fome, e vencer todas as expectativas negativas de que aquela gororoba não vai dar certo. Tem coisa melhor que isso?
Tem, tem sim: comer algo que outra pessoa fez e não deu trabalho nenhum (pegou a dica?).

Ah, vamos falar das minhas primeiras experiências na cozinha. Elas aconteceram tragicamente quando eu cheguei aqui em Recife. Um dia voltei do colégio e precisei esquentar o almoço pela primeira vez. Fui prático: juntei feijão, arroz, macarrão, purê, carne e salada na mesma panela e liguei o fogo. O resultado foi terrível, mas o nome que eu dei ao prato agradou a todos: "Cumê de Mendigo"! Aaah, adoro dar novos nomes as coisas (vocês vão notar isso em breve).

Depois desse primeiro ato de desespero e pobreza gastronômica foi que eu aderi de vez ao "biscoito com Coca" e hoje só cozinho por brincadeira, por desafio como falei. Sucos, risotos, macarrões especiais e até pão... duvidam?

Então vamos lá.

P.S.: Para quem também tem muita preguiça de fazer comida, graças a Deus (e não àquela, que move o mundo) temos as frutas. Boa pedida para quem não quer ter trabalho antes de mastigar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tem lugar melhor pra bater papo do que a cozinha? =)