domingo, 28 de novembro de 2010

Pão de Queijo - Fácil, rápido e muito bom

Quem não gosta de pão de queijo? Deve ter esse alguém, mas eu, pelo menos, não conheço. Devo ter essa sensação porque gosto muito, seja daquele tradicional, dos mais sofisticados ou dos industrializados. Essa semana passei a gostar mais ainda, depois que descobri que podia fazer em casa e por uma receita muito simples.

PÃO DE QUEIJO DE LIQUIDIFICADOR

Ingredientes:
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de óleo
1 xícara (chá) de queijo ralado
1 colher (chá) de sal
2 xícaras (chá) de polvilho azedo
2 ovos

Modo de preparo:
Colocar os primeiros ingreditentes no liquidificador e bater. Acrescentar o polvilho e bater novamente. Despejar em forminhas untadas e levar ao forno pré-aquecido por 20 minutos.

É simples ou não? Muito simples. E olhe que eu digo isso após ter uma série de "problemas operacionais" na hora de fazer essa receita. Os eletrodomésticos daqui de casa entraram em greve: o liquidificador quebrou (tive que usar um reserva) e a parte elétrica do fogão parou de funcionar, exigindo todo aquele cuidado para ligar o forno manualmente, fato tão temido pelos inexperientes na cozinha.

Mas, depois de bater tudo no liquidificador, como manda a receita, não tem mais o que fazer. Quer dizer, isto se você já untou forminha por formina, o que é a parte mais trabalhosa. Usei uma forminha daquelas de empada e deu muito certo, como vocês verão mais adiante, os pãezinhos não ficaram com cara de "Bragança".

Nem parece que virará pão


É importante também você não se apegar aos "20 minutos" no forno. Se achar que vale a pena dourar mais, deixá-lo mais sequinho e crocante, vale a pena esperar mais um pouco. O importante é não tirar do fogo enquanto ele ainda está crescendo, pois senão eles poderão murchar feito um pula-pula no final da festa.



Bem, é isso. Mais uma vez invento de fazer pão e dá certo. Aliás, mais uma vez fica ainda melhor do que eu espero. Fiquei viciado no sabor desse pão de queijo e comi quase todos. Já estou com vontade de fazer outra leva dessas, é só ter disposição para untar todas as forminhas para depois, o mais chato, ter de lavar uma a uma.
É tentador. Farei novamente assim que tiver tempo

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Bolo de Caneca e a imagem do desmantelo

Eu podia fazer a mesma receita várias vezes até achar o jeito certo, o ingrediente ideal, o ângulo mais bonito e só então postar o resultado no blog. Mas, como tem escrito aí em cima, aqui ninguém é especialista e a proposta é mesmo contar como tem sido a nossa desenvoltura diante das panelas - mesmo que o resultado seja desastroso. Neste caso, como foi a minha desenvoltura diante de uma mísera caneca e um forno microondas...

Quando eu fiz o Petit Gateau de Caneca e fiquei boba porque não sabia que rolava fazer bolo no microondas, uma amiga (oi, Bea!) me disse que existiam várias receitas de bolinhos para se fazer na caneca e me mandou um email com várias delas. Achei a ideia bem interessante e buscando na internet encontrei várias versões.

Resolvi fazer a que encontrei no site/blog Aqui na Cozinha porque essa eu sabia que alguém tinha feito um dia e tinha dado certo, então era mais garantido, né verdade?

Ingredientes:

4 colheres (de sopa) de farinha de trigo
4 colheres (de sopa) de açúcar
2 colheres (de sopa) de chocolate em pó
2 colheres (de sopa) de manteiga
2 colheres (de sopa) de leite
1 ovo pequeno
1 colher (de café) de fermento em pó

Modo de preparo:
Em uma caneca de 300 ml misture os ingredientes secos. Depois com a ajuda de um garfo (é melhor para desempelotar) vá adicionando os outros ingredientes. Quando a massa estiver bem misturada leve ao microondas na caneca mesmo.

Eu fiquei tão empolgada com a praticidade de comer bolo sem precisar lavar uma pia inteira de pratos e esperar 40 minutos pra ficar pronto que peguei a maior caneca que tinha em casa - já que era grande a quantidade de ingredientes - e fiz num instante. E nem vou dizer que na minha empolgação só lembrei do ovo depois que coloquei a caneca no microondas e tive que tirar correndo, pra ninguém duvidar da minha capacidade.

Mas então... depois que preparei a massa vi que a caneca ficou bem cheia, lembrei do petit gateau que cresceu bastante, mas segui em frente afinal a receita era pra fazer na caneca, então dava certo né? O resultado vocês podem ver na foto... uma imagem vale mais que um parágrafo!

A caneca quase cheia e o desmantelo feito

Depois que o desmantelo estava feito eu deixei mais um poquinho e tirei, não marquei o tempo exatamente - entendam os momentos de tensão! - mas acho que ficou uns 2 minutos, mais ou menos. Aconselho deixar em média de 3 minutos.

Coitado do Mickey

Mas ó, fica bom, viu!?? Sério mesmo, a proposta é ótima, só a caneca que é pequena! hahaha
O bolo fica bem fofinho, nem parece feito no microondas. Pelo menos eu achava que ia ficar seco, sei lá... mas não. Se colocar uma cobertura de chocolate fica melhor ainda.

Olha como fica fofinho

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Repeteco: bolinhos de chuva

Quando eu fiz pela primeira vez os bolinhos de chuva que contei aqui eles fizeram bastante sucesso entre as minhas cobaias, apesar de terem ficado um pouquinho oleosos demais. Nesse feriado, eles foram a diversão de uma tarde que estava prometendo ser um tanto entediante.

E como da outra vez eu deixei o "modo de fazer" só no vídeo, aproveito para colocar aqui a receita completinha para você, querido leitor, que acessa este blog no trabalho, onde o seu querido chefe bloqueou o acesso ao Youtube.

Bolinhos de Chuva

Ingredientes:
2 ovos
1 pitada de sal
3 colheres (sopa) de açúcar
1 copo de leite
1 colher (sopa) de margarina
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher (sobremesa) de fermento

Modo de fazer:
Em uma bacia coloque os dois ovos e bata bem. Coloque uma pitada de sal, as três colheres de açúcar e mexa. Junte o leite, acrescente uma colher de margarina. Coloque a farinha, mexendo sempre até dar o ponto. Coloque o fermento e misture.
Em outra vasilha misture açúcar e canela para passar os bolinhos depois de fritos.

Bom, a massa fica bem molenga mesmo, você vai colocando com uma colher no óleo bem quente, tentando que ele fique uma bolinha - como dá para perceber pelas fotos, eu diria que é raríssimo que eles fiquem redondinhos, mas continue tentando para sempre.

Quando eles estiverem douradinhos, tira do óleo e coloca numa vasilha com papel toalha, para tirar um pouco do excesso de óleo e depois passa no açúcar com canela.


Prontinho, delícia e rende bastante, ou seja, se for fazer chame logo um monte de gente para comer. hehehe